Voltar para a capa

Polícia

Na Baixada: PM é morto na porta de casa

Por
Meia Hora
|
- Atualizada às

Soldado reformado conversava com a mãe

Reprodução Internet
Soldado chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos

Rio - Um soldado reformado da PM foi executado a tiros por criminosos no fim da noite de sábado em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. De acordo com informações do 20º BPM (Mesquita), Cristiano da Silva Ozório Ferreira, de 28 anos, estava conversando com a mãe, no portão de casa, no bairro Parque Ambaí, quando um grupo em um carro passou atirando e fugiu. Mariza da Silva Ozório, de 52, também foi baleada.

Os dois foram socorridos para o Hospital Geral de Nova Iguaçu, na Posse, mas Cristiano não resistiu aos ferimentos. A assessoria de imprensa da unidade informou que Mariza segue estável, lúcida e orientada. O local onde a mulher foi alvejada não foi informado.

O PM estava na corporação há quatro anos, mas virou reformado pouco tempo depois, quando sofreu um acidente de moto e precisou ter a perna direita amputada. Antes, ele tinha sido lotado no 20º BPM. O militar vai ser sepultado hoje, às 14h, no Cemitério Municipal de Nova Iguaçu. O velório acontece desde as 19h de ontem.

A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) apura o caso e faz buscas por imagens que possam identificar os autores da execução. Perícia também foi realizada no local do crime. Assim que receber alta, Mariza será chamada para prestar depoimento. Outras testemunhas já foram ouvidas na unidade. A ideia é saber se o PM tinha alguma ‘rixa’.

Primeira Página

Mais lidas