Mais Lidas

Casais contrariam a frase popular 'amor de Carnaval não dura'

Em meio a pegação desta época do ano, há quem encontre seu par perfeito

Dandara e Mestre Macaco Branco se conhecem desde crianças
Dandara e Mestre Macaco Branco se conhecem desde crianças -
Em meio à folia, muitos casais se formam. Seja nos preparativos para o Carnaval ou durante o período de festa. Há quem diga que 'amor de Carnaval não dura'. Mas dura, sim. Exemplo disso é a nova Rainha de bateria da Renascer de Jacarepaguá, Dandara Oliveira, e o mestre de bateria da Vila Isabel, Anderson Oliveira, mais conhecido como Macaco Branco. Juntos há dez anos, os dois vão comemorar mais um dia dos 'eternos namorados', quarta-feira.

Eles se conheceram crianças, na quadra da Vila Isabel. Mas anos depois, o amor entre eles surgiu. "A gente se conhece desde criança. Crescemos juntos na quadra da Vila Isabel, mas despertar para o relacionamento só depois dos 20 anos. Até, então, a gente era amigo de fazer shows juntos, eventos para a escola", diz Dandara. "Um dia combinamos de sair para um pagode. Desde então, começamos a namorar, casamos. Desse amor nasceu nosso filho, Enzo, de oito anos", conta Macaco Branco.

O amor entre eles e pelo Carnaval é grande. Eles frequentam as mesmas escola de samba. Dandara é Rainha de Bateria da Renascer de Jacarepaguá e musa da Vila Isabel. Já Macaco é mestre de bateria da Vila e Diretor de Harmonia da Renascer. "Dá certo porque é do Carnaval. Quando tem relacionamentos com pessoas fora do Carnaval, é difícil dela entender seu trabalho, a dedicação à escola", avalia Dandara.
Como conquistar uma Rainha
Dandara e Mestre Macaco - divulgação
Macaco Branco dá dicas de como conquistar uma verdadeira rainha, como a sua. "Tem que ser uma pessoa do bem, fiel, carinhosa, recíproca. O amor é isso. Se ele não for recíproco, não tem graça. Graças a Deus, nosso amor já dura há dez anos. E, se Deus quiser, vai se multiplicar por mais dez milhões de anos. Acho que não tem muito segredo", ensina ele.
Amor dura há 39 anos
​Integrantes do Salgueiro, Sônia Patrocínio e Joaquim Cruz, o fundador da Ala dos Estudantes e atual vice- presidente da agremiação - divulgação
Integrantes do Salgueiro, Sônia Patrocínio e Joaquim Cruz, o fundador da Ala dos Estudantes e atual vice- presidente da agremiação (foto), namoram há 39 anos. "Frequentava o Salgueiro em uma ala. De repente, vi o figurino da ala dele. Gostei mais. Vendi a outra roupa e passei a frequentar o lugar onde ele fazia os adereços da ala dele. Depois, começamos a ficar juntos e nasceu um carinho, uma paixão. Próximo ao Carnaval começamos a namorar. E eu achando que era coisas de Carnaval. Mas entre idas e vindas estamos junto ainda. Em 1982, nós resolvemos assumir nossa vida, morar junto. Depois, veio Carolzinha (filha do casal). Em 2006, me casei com o Joaquim, direito a igreja, festa", comemora Sônia.
'Vai sair o casamento'
Andreia Lima, componente, e Alexandre Couto, diretor de carnaval do Salgueiro - divulgação
Andreia Lima, componente, e Alexandre Couto, diretor de carnaval do Salgueiro, (foto) estão juntos há quase dez anos. "Em 2010,fui convidada para ir para uma ala do Salgueiro, para uma seleção. Cheguei lá e vi um homem lindo, alto, olhos azuis, muito perfumado. Era o Alexandre. Ele era da harmonia de ala e eu era apenas uma pessoa que queria desfilar no Salgueiro na ala da comunidade. Nós fomos nos conhecendo, época de Carnaval, de pegação. Nessa brincadeira ficamos um ano sem assumir pra ninguém. Depois, ele fez uma surpresa pra mim, no meu aniversário, na quadra. Ele fez um bolinho e nosso primeiro beijo foi na escola. Acredito que ainda vai sair esse casamento", diverte-se.
Dandara e Mestre Macaco Branco se conhecem desde crianças fotos divulgação
Dandara e Mestre Macaco divulgação
​Integrantes do Salgueiro, Sônia Patrocínio e Joaquim Cruz, o fundador da Ala dos Estudantes e atual vice- presidente da agremiação divulgação
Andreia Lima, componente, e Alexandre Couto, diretor de carnaval do Salgueiro divulgação