Mais Lidas

Eduardo Costa é acusado pela Polícia Civil de estelionato imobiliário

Durante venda de casa, sertanejo não teria avisado aos compradores que local era alvo de ação do Ministério Público Federal

Eduardo Costa
Eduardo Costa -
O nome de Eduardo Costa está envolvido em mais uma polêmica. Desta vez, o cantor está sendo indiciado pela Polícia Civil de Minas Gerais de estelionato por conta de uma transação imobiliária.
VEJA MAIS

Segundo a polícia, Eduardo Costa negociou uma casa no balneário de Escarpas do Lago, em Capitólio, a 313 km de Belo Horizonte, em troca de outro imóvel na região da Pampulha, na capital mineira.

O artista não teria avisado aos novos compradores que sua casa em Capitólio já era alvo de uma ação do Ministério Público Federal (MPF), que havia pedido a demolição parcial do imóvel que está em uma Área de Preservação Ambiental. De acordo com o R7, a casa valia menos do que o acordado e os compradores levaram prejuízo.

O delegado responsável pela inquérito disse que Eduardo Costa induziu as vítimas ao erro ao não informar "de forma deliberada" que o imóvel era objeto de ações judiciais. De acordo com a polícia, o cantor tinha intenção de enganar as vítimas.

A equipe do IG Gente entrou em contato com a assessoria de Eduardo Costa , mas até o momento desta publicação não recebeu nenhum resposta.