Mais Lidas

Polícia mata ex-jogador acusado de ser traficante

Ele foi levado para o hospital depois de ser baleado, mas não resistiu.

Luto
Luto -
O surfista espanhol profissional Diego Bello Lafuente, de 32 anos de idade, foi morto pela polícia das Filipinas nesta quinta-feira (9) sob a acusação de ser traficante de drogas.

Segundo informações da agência EFE, as autoridades filipinas mataram o surfista durante uma operação antidroga realizada na ilha de Siargao, que fica a 800 quilômetros da capital Manila.

Além de ser surfista, Lafuente também chegou a atuar no futebol espanhol, defendendo as categorias de base do tradicional Deportivo La Coruña, entre 2001 e 2003. Mas nunca jogou no time principal.

Diego Bello Lafuente, que residia temporariamente no local, era muito popular entre surfistas e tinha alguns negócios relacionados com turismo.

De acordo com o porta-voz da Polícia Regional de Surigao do Norte, Reynel Serrano, "foi uma operação em legítima defesa".

Ainda segundo a mesma informação, o atleta teria sido flagrado com cocaína e uma arma, tendo disparado primeiro contra os policiais. Lafuente foi levado para o hospital depois de ser baleado, mas não resistiu.

Depois do óbito, os policiais voltaram a acusar o surfista. "Ele era um traficante de drogas de alto valor. Foi uma operação de êxito na luta contra as drogas", afirmou uma fonte da autoridade local.