Mais Lidas

Pode chamar de curinga! Com um mês de Flamengo, Gerson encanta Jorge Jesus

Camisa 15 tem se consolidado como um dos principais jogadores do meio-campo rubro-negro

Rio - Gerson completou exatamente um mês de Flamengo ontem, e até aqui a marca do meio-campista é a versatilidade. O jogador foi um pedido de Jorge Jesus, que desejava ter no elenco um segundo volante que tivesse bom passe e visão de jogo. Justamente por essas características é que Gerson se transformou no 'curinga' do baralho do português: é volante, meia, ponta e tudo mais o que for preciso.

"Pode me chamar de curinga mesmo. Eu jogo em todas as posições", brincou Gerson após a vitória do Flamengo sobre o Grêmio (3 a 1), sábado, no Maracanã. Gol mesmo, apenas um em seis jogos. Mas o torcedor do Flamengo que tem assistido Gerson jogar já percebe a importância dele para além de bola na rede. Além da óbvia identificação com o clube — o camisa 15 é rubro-negro desde criança —, ele teve rápida adaptação ao estilo de jogo. 

Encantado com seu curinga, Jorge Jesus brincou, no sábado, dizendo não saber como a Fiorentina o vendeu. O Flamengo adquiriu 100% dos direitos econômicos de Gerson por R$ 49 milhões. "Ele tem 22 anos. Não entendo como deixaram voltar da Itália. Não é novidade para mim. Não deram nada pelo Gerson, mas é um grande jogador. É o nosso joker (curinga). Taticamente muito evoluído. Seja onde for, tem influência", disse o treinador.