Mais Lidas

Marcão tem problemas para montar o Fluminense para duelo contra o Palmeiras

Tricolor enfrenta o Verdão no Maracanã na próxima quinta-feira

Marcão
Marcão -
Rio - Sem contar com Yuri, que levou o terceiro cartão amarelo e terá que cumprir suspensão, Marcão vai ter uma grande dor de cabeça para escalar o Fluminense diante do Palmeiras, quinta-feira, no Maracanã. O jogador, que passou a ser titular do Tricolor no clássico contra o Vasco, deu equilíbrio para a equipe e a tendência é a de que o treinador mantenha o esquema com dois volantes.

O problema é achar um substituto que mantenha o nível do time, que já vai ter que se superar para vencer o adversário, terceiro colocado no Campeonato Brasileiro, com apenas quatro derrotas em toda a competição. As opções de Marcão não são tão fartas. Ao todo, o treinador conta com três volantes no elenco para ser o companheiro de Allan à frente da defesa.

O principal candidato é Airton, que também é o mais experiente dentre os volantes disponíveis. O jogador de 29 anos sai na frente por ter sido o escolhido por Marcão para substituir o próprio Yuri, que deixou o campo no segundo tempo da partida contra o CSA. No entanto, a falta de ritmo de jogo pode pesar contra ele para ser o titular. Afinal de contas, desde agosto, Airton disputou apenas cinco partidas.

Caso Airton não seja o escolhido, Dodi é quem aparece como opção mais plausível. O volante soma na temporada 19 partidas, sendo que quatro delas foram sob o comando de Marcão, que o utilizou contra Atlético-MG, Vasco, Bahia e Cruzeiro. Airton por exemplo foi utilizado pelo treinador em apenas duas oportunidades.

Com chances bem remotas, surge Caio, de 20 anos e cria de Xerém. O volante disputou apenas três jogos em 2019, entrando em campo diante do Atlético Nacional (COL) e Corinthians, pela Copa Sul-Americana, além de Avaí, no Brasileiro. Entretanto, não é relacionado desde a 20ª rodada, derrota para o Goiás, por 3 a 0, no dia 22 de setembro. Na ocasião, Oswaldo de Oliveira era o técnico.
O técnico Marcão pode realizar uma mudança mais ousada, optando pela entrada de um jogador ofensivo na vaga do suspenso Yuri. Vale lembrar que o treinador, antes do clássico diante do Vasco, escalava o Fluminense com Allan de volante, com Daniel e Ganso posicionados mais à frente.

Essa formação mais ofensiva foi a mais utilizada pelo Fluminense na temporada, desde os tempos do técnico Fernando Diniz. Com isso, abriria espaço no time para Nenê, João Pedro ou Wellington Nem, que atualmente integram o time reserva.

Na tarde desta quarta-feira, Marcão comanda o único treinamento com bola visando ao confronto com o Palmeiras. A atividade acontece no CT Carlos Castilho.