Mais Lidas

Filho revela última reação de Eurico Miranda após jogo entre Vasco e Flamengo

Euriquinho esteve em São Januário, onde corpo do pai foi velado

Euriquinho
Euriquinho -

Um campeonato à parte. Era como Eurico Miranda encarava encarava todo confronto com o Flamengo. A rivalidade no Clássico dos Milhões se potencializou no período em que o dirigente comandou o Vasco. O empate por 1 a 1 com o maior rival, sábado, no Maracanã, foi o último contato do pai com o futebol, segundo relatou Eurico Brandão, o Euriquinho.

"Vimos o jogo, ele ficou satisfeito. Mas nos últimos meses, não estava mais 100% conectado ao mundo real. Ele vibrou com o pênalti no final. O último comentário sobre futebol foi em relação aos jogadores do Flamengo, que estavam cercando o árbitro: 'Estão nervosos'. Foi a última coisa de futebol que ele viu", disse, emocionado.

Na chegada em São Januário, Euriquinho recebeu os cumprimentos do atual presidente, Alexandre Campello, de outros conselheiros e associados. Ex-presidente do Vasco, Antônio Soares Calçada, de 96 anos, compareceu para prestar a última homenagem. Euriquinho falou do legado deixado pelo pai:

"Meu pai é a representação da paixão do vascaíno. Mesmo as pessoas que tinham divergências políticas no clube, nenhuma delas é capaz de negar o amor que ele tinha pelo Vasco. E de tudo o que fez pelo clube e pelo futebol brasileiro".