Mais Lidas

Torcida cria 'vaquinha' para ajudar professores do Colégio Vasco da Gama

Grupo 'Guardiões da Colina' tem meta financeira

Estádio Vasco da Gama - São Januário. Local: R. Gen. Almério de Moura, 131 - Vasco da Gama, Rio de Janeiro - RJ - Foto: Daniel Castelo Branco / Agência O Dia
Estádio Vasco da Gama - São Januário. Local: R. Gen. Almério de Moura, 131 - Vasco da Gama, Rio de Janeiro - RJ - Foto: Daniel Castelo Branco / Agência O Dia -
Com salários atrasados, os professores da escola do Colégio Vasco da Gama entraram em greve nesta semana. Para tentar ajudar, um grupo de torcedores vascaínos chamados "Guardiões da Colina", criaram uma "vaquinha" online para tentar colocar em dia os salários dos professores.
A "vaquinha" tem como meta R$ 70 mil, caso haja excesso de arrecadação, o grupo garantiu ajudar em melhorias na estrutura. Para evitar que a atitude tenha cunho político e uma rejeição da diretoria, as doações poderão ser feitas através do sindicato dos professores.
A intenção é que as verbas que sejam pagas aos professores sejam divulgadas numa espécie de recibo, deixando claro os valores pagos pelo Vasco.
Nesta última quarta-feira (07), os professores decidiram manter a greve, após escutarem do vice-presidente social do Vasco, Marcos Macedo, que não há previsão para o pagamento do salário.