• Siga o Meia-Hora nas redes!

PM apreende carro de assassino

Carro imitava viatura do BPVE, exceto por um pequeno detalhe
Carro imitava viatura do BPVE, exceto por um pequeno detalhe - Reprodução vídeo

O 12º BPM (Niterói) fez operação pelo segundo dia seguido na comunidade da Grota, em São Francisco, ontem, em busca do assassino do cabo Diogo Bernardo Alcântara, executado sábado. Segundo o comandante do batalhão, coronel Márcio Rocha, a suspeita é de que o policial tenha sido seguido desde que saiu do plantão até a Avenida Presidente Roosevelt, onde foi atacado a tiros quando um veículo emparelhou com o dele, que estava parado no sinal de trânsito.

"Ontem (sábado) nós prendemos mais de dez pessoas, apreendemos quatro pistolas, drogas e dois veículos, entre eles o veículo que muito provavelmente participou diretamente da ação. Continuamos operando hoje (ontem), até que possamos identificar os autores desse bárbaro crime e prendê-los", disse o coronel, após o enterro do cabo.

Diogo tinha 34 anos e estava há sete na corporação. Ele foi o 36º policial militar assassinado no Estado do Rio em 2018.

Comentários

Mais notícias