• Siga o Meia-Hora nas redes!

Zero em português

Erro de bandidos liga sinal de alerta para vigia

Criminosos clonaram uma viatura e adulteraram fardas da Polícia Militar para tentar assaltar, na madrugada de ontem, o depósito das Lojas Americanas em Seropédica, na Baixada Fluminense. O plano ia dar certo, se não fosse por um pequeno erro de português cometido pelos bandidos no carro clonado. Um vídeo que circula nas redes sociais mostra a ação dos ladrões.

Nas imagens divulgadas, é possível identificar dois homens armados com fuzis e fardas semelhantes às da PM, mas com coletes e bonés fora dos padrões da corporação.

O veículo utilizado pelos criminosos tinha as mesmas características das viaturas usadas pelo Batalhão de Policiamento em Vias Expressas (BPVE). No entanto, no carro estava escrito "Via Expressas", no lugar de "Vias Expressas" o correto, usado pelo batalhão.

Em nota, a Polícia Militar confirmou que criminosos adulteraram os uniformes e um veículo. A corporação também informou que a Coordenadoria de Inteligência e a Corregedoria da Polícia Militar já estão trabalhando para identificar os bandidos.

Segundo relatos, os supostos policiais teriam informado ao porteiro do depósito que tinham sido acionados para verificar o disparo de um alarme. Eles pediram para falar com o responsável pela vigilância, mas, desconfiado da barba de um dos supostos policiais e do erro de português na viatura, o vigia não abriu o portão. Foi então que os bandidos efetuaram disparos de fuzil. E, antes de irem embora, eles deram um recado para o porteiro: "Parceiro, o bando do Guandu voltou".

Procurada, a assessoria das Lojas Americanas não havia se pronunciado sobre o caso, até o fechamento desta edição.

Comentários

Mais notícias