• Siga o Meia-Hora nas redes!

Trastes levam moto e ainda dão tiro na vítima

Esculacho aconteceu em plena luz do dia e foi registrado por câmera do assaltado

Franklin aguarda, na moto, enquanto Felipe, de pistola em punho, começa a esculachar a vítima, enquanto a câmera registrava tudo
Franklin aguarda, na moto, enquanto Felipe, de pistola em punho, começa a esculachar a vítima, enquanto a câmera registrava tudo - Reprodução de vídeo

A câmera instalada no capacete de um analista de sistemas, de 57 anos, gravou o inacreditável e cruel assalto do qual o motociclista foi vítima, ontem de manhã, na Avenida Marechal Rondon, no Rocha, na Zona Norte do Rio. Após ser rendido, e mesmo sem reagir, ele, que também é professor de artes marciais, levou duas coronhadas no capacete e um tiro na perna, pelas costas. Os bandidos não pareciam ter percebido a câmera ligada.

Identificados pela Polícia Civil como Franklin Maia de Oliveira André, de 22 anos, e Felipe de Souza Valeriano, de 25, os bandidos estavam em uma moto roubada, do mesmo modelo da que era pilotada pelo professor. Armado com uma pistola e tendo ainda um carregador sobressalente na outra mão, Felipe rendeu, agrediu e baleou a vítima. Sangrando, o assaltado foi ajudado por um motorista que presenciou o ataque e o levou para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier. A bala atravessou a coxa, logo acima do joelho, mas não atingiu nenhuma veia ou artéria. A vítima foi medicada e liberada ontem mesmo.

À tarde, policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) São João fizeram operações para tentar prender os bandidos, que são moradores do Morro do Quieto, no Complexo do São João, a 500 metros de onde praticaram o crime. A moto usada pelos criminoso no assalto, a moto da vítima e um simulacro de pistola foram apreendidos.

Galeria de Fotos

Franklin aguarda, na moto, enquanto Felipe, de pistola em punho, começa a esculachar a vítima, enquanto a câmera registrava tudo Reprodução de vídeo
Vídeo mostra que assaltante dá coronhadas na vítima antes de atirar Reprodução vídeo / WhatsApp O DIA (98762-8248)

Comentários

Mais notícias