• Siga o Meia-Hora nas redes!

É dia do santo casamenteiro

Milhares de fiéis são aguardados hoje para festa de Santo Antônio

Vilma Ricci foi ao Convento Santo Antônio pegar o pão bento
Vilma Ricci foi ao Convento Santo Antônio pegar o pão bento - Estefan Radovicz

Dando início às festividades dos santos juninos, hoje é comemorado o Dia de Santo Antônio, santo casamenteiro e também símbolo de fartura, apoio aos pobres e até de ajuda para encontrar objetos perdidos. As missas no Convento Santo Antônio e a Paróquia Santo Antônio dos Pobres, ambas no Centro da cidade, devem receber, juntas, cerca de 35 mil fiéis.

As festividades acontecem tradicionalmente em trezena (treze dias de oração) e movimentam as igrejas. "Minha família toda gosta dele, meu pai até se chama Antônio em homenagem. Venho sempre que posso, levo água benta para casa, assisto à missa. Santo Antônio ajuda em tudo", disse a aposentada Vilma Ricci, 74, que foi ontem ao Convento Santo Antônio para pegar o tradicional pão bento, que simboliza fartura para os devotos.

Santo Antônio também é referência do sincretismo entre o catolicismo e religiões de matriz africana. "Não sou cristão, mas vim homenageá-lo. É um santo amigo, simboliza proteção", comentou o historiador Matthias Röhrig Assunção, professor da Universidade de Essex, no Reino Unido. Ele contou que a festa de Santo Antônio em outros países é chamada de "baile dos negros". "Na Venezuela ele também é patrono de manifestações culturais, achei uma figura muito interessante", completou.

Galeria de Fotos

Vilma Ricci foi ao Convento Santo Antônio pegar o pão bento Estefan Radovicz
José, com os filhos Andréa, Jorge e Marisa, faz festão hoje para celebrar Santo Antônio e os 50 anos de sua loja, uma das mais antigas do Méier Fernanda Dias

Comentários

Mais notícias