• Siga o Meia-Hora nas redes!

Preso na licença médica

Sargento estava trabalhando como taxista

Um terceiro sargento da PM que havia tirado licença médica, isto é, deveria estar fazendo tratamento de saúde, foi preso em flagrante pela Corregedoria da Polícia Militar, na tarde de segunda-feira, enquanto trabalhava como taxista. O veículo usado era um Toyota Ethios, que também tinha a placa adulterada.

A Corregedoria recebeu a denúncia que o sargento estava trabalhando durante a licença médica e começou a monitorar os passos do policial a partir do condomínio onde ele mora. A placa do carro que ele dirigia tinha sido alterada, com a letra I transformada em L.

Ele acabou preso na Rua Marquês de Pombal, no Centro do Rio. Em nota, a PM disse que ele está preso administrativamente. O caso foi registrado na 1ª Delegacia Policial Judiciária Militar (DPJM).

Os outros dois casos de PMs que deveriam estar de licença vieram à tona em maio deste ano. Uma soldado do 19º BPM (Copacabana) competia em provas de corridas de rua e ciclismo, enquanto estava de licença da corporação por problemas ortopédicos.

O terceiro fato que está sendo investigado envolve um subtenente do 15º BPM (Duque de Caxias). A Corregedoria recebeu a denúncia de que PMs armados faziam a segurança de um bingo em Cordovil, na Zona Norte. O subtenente foi detido na porta do estabelecimento.

Comentários

Mais notícias