• Siga o Meia-Hora nas redes!

César Benjamin diz que foi traído

Ex-secretário de Educação acusa sucessora

César Benjamin foi exonerado do cargo de secretário municipal de Educação. A decisão do Prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB), foi publicada no Diário Oficial do município na edição de ontem. A subsecretária de Benjamin, a professora Talma Romero Suane, assume o posto.

"Acabo de ver a notícia da minha exoneração e da nomeação da professora Talma Suane para a chefia da SME. A minha exoneração era esperada, pois não cedi à politicagem e aos inimigos da educação. Retorno ao convívio da minha família e aos meus afazeres profissionais", desabafou o ex-secretário em seu perfil em uma rede social. Benjamin criticou o prefeito e sua sucessora, a quem acusou de traição. "Toda a articulação para a minha saída foi feita pelas minhas costas. Não recebi sequer um telefonema. O prefeito agradeceu desta maneira a minha dedicação à causa da educação. Talma Suane, minha chefe de gabinete, participou dessas articulações sem me avisar".

A exoneração acontece um dia após o secretário da Casa Civil, Paulo Messina, permanecer no cargo. Antes, ele tinha anunciado que deixaria a função. Messina e César Benjamin tiveram uma série de divergências ao longo dos últimos dois meses.

Procurada, a Prefeitura não havia comentado sobre o desabafo de César Benjamin até o fechamento desta edição.

Comentários

Mais notícias