• Siga o Meia-Hora nas redes!

Apreendido por crime bárbaro

Menor teria participado da morte de empresário no Túnel Noel Rosa

Rubens foi morto em 13 de julho
Rubens foi morto em 13 de julho - Divulgação / Disque Denúncia

A Polícia Civil apreendeu, ontem, um adolescente de 15 anos suspeito de ter participado do assassinato de Rubens Mesquita Pinto Alves, de 45 anos. O empresário foi morto no dia 13 de julho, durante uma tentativa de assalto no Túnel Noel Rosa, em Vila Isabel, na Zona Norte.

A prisão ocorreu em Santa Cruz, na Zona Oeste. Segundo as informações da Polícia Civil, outros três suspeitos já foram identificados. A polícia ainda investiga se o bando cometeu outros cinco roubos em um intervalo de 30 minutos na Zona Norte da cidade, no mesmo dia em que Mesquita foi assassinado. O menor teria confessado à polícia sua participação no latrocínio (roubo seguido de morte).

O empresário foi atingido no pescoço por ocupantes de um veículo prata. O disparo teria saído pelo tórax da vítima, que chegou a sair do seu carro para pedir ajuda, mas caiu em seguida. Quando foi atacado, ele seguia de casa, na Tijuca, para sua distribuidora de alimentos, na Ceasa, em Irajá.

Enquanto era socorrido por bombeiros, Rubens teria dito: "Pelo amor de Deus, salvem a minha vida. Eu só quero criar meus filhos". Ele era pai de uma jovem de 22 anos e de um rapaz de 17, e tinha quatro enteados.

Comentários

Mais notícias