Mais Lidas

Igreja sueca vai substituir quadro LGBT por pintura de Jesus Cristo de salto alto

As duas obras foram produzidas por Elisabeth Ohlson, artista ativista dos direitos LGBT

"Comunhão", da artista Elisabeth Ohlson -
Na Suécia, a igreja evangélica Saint Pauli, em Malmo, anunciou que vai substituir seu polêmico quadro que representa o Jardim do Éden com casais gays e transgêneros. Exposta no altar do templo, a obra dará lugar a uma pintura que seguirá o mesmo modelo provocador.
Jardim do Éden sob leitura LGBT, da artista Elisabeth Ohlson - Reprodução/AFP
A nova aquisição mostrará a clássica cena da Última Ceia, porém com um detalhe diferente: Jesus foi retratado usando sapatos de salto alto com apóstolos trans ao seu redor. A ideia para a mudança veio da pastora Helena Myrstener, líder da paróquia, que faz parte da Igreja sueca.
A arte anterior, que foi retirada por conta de protestos dos paroquianos, foi produzida por Elisabeth Ohlson Wallin, ativista dos direitos LGBT. "A Igreja da Suécia tem até hoje problemas com transgêneros. Dar uma amostra que ela agora se importa com pessoas trans é um passo, mas foi desonesto remover a pintura. Ela vai se envergonhar dessa história", comentou a artista, segundo a emissora SVT.
Intitulada de "Comunhão", a nova tela também é de autoria de Elisabeth.
 
"Comunhão", da artista Elisabeth Ohlson Reprodução/AFP
Jardim do Éden sob leitura LGBT, da artista Elisabeth Ohlson Reprodução/AFP