Mais Lidas

Confira dicas para escolher a bancada ideal para a cozinha

Especialistas indicam quais são os tipos existentes no mercado

É preciso prever área molhada e ter atenção com a altura, que pode variar de 86 cm e 93 cm, dependendo do tamanho do morador
É preciso prever área molhada e ter atenção com a altura, que pode variar de 86 cm e 93 cm, dependendo do tamanho do morador -
Rio - Para ter uma bancada de cozinha que combine com a decoração e com o que o morador precisa, é importante ficar atento para alguns pontos. Entre eles, o estilo, quanto vai poder gastar e saber a intensidade do uso da cozinha, para assim pensar no comportamento do elemento em relação ao dia a dia dos moradores. Afinal, eleger uma peça durável é essencial.
Para pensar em qual bancada empregar, é necessário considerar a resistência, porosidade e durabilidade. “No projeto deve estar prevista a área molhada e ter atenção com a altura, que pode variar de 86 cm a 93 cm, dependendo da altura do usuário e ainda compor com acessórios que a deixam muito mais prática”, explica a arquiteta Elaine Faustino.
Além disso, o morador deve escolher um com baixa porosidade, pois assim se evita infiltrações, manchas e sujeiras, e de fácil manutenção, para não proliferar bactérias e fungos.
“Outra dica é que, no caso de bancadas de cozinhas integradas, o material esteja em harmonia com os demais acabamentos adotados nos ambientes vizinhos”, alerta a designer de interiores Daiane Antinolfi. Para descobrir qual bancada melhor, confira abaixo.
Granito
É o material mais usado em bancadas, já que é durável e tem baixo custo. Mas a desvantagem é que se deve ter cuidado com absorção de ácidos dos alimentos e com água parada no material, pois pode deixar manchas.
Mármore
O mármore, por mais que seja impermeabilizado ou protegido, sofre a interferência de manchas, como vinho, café, óleo e outros líquidos, e absorve muita água. Dessa forma, não é muito indicada.
Inox
Possui baixa porosidade e grande resistência à oxidação. No entanto, pode riscar facilmente, exigindo a limpeza constantemente, sendo que produtos alcalinos podem tirar o brilho. Permite apoio de objetos quentes.
Porcelanato
Apresenta limite na dimensão da peça, o que inviabiliza bancadas maiores sem que haja emendas. O ideal é usar placas de maiores espessuras. É menos resistente que o granito e pode ser facilmente lascada.
Silestone
Sintético, apresenta baixa permeabilidade e resistência às manchas. “O quartzo, que faz parte da peça, é bem aceito. Porém, é necessário estar atento às altas temperaturas, já que ele não é preparado para isso”, explica Daiane.