Mais Lidas

Condomínios verdes

Iniciativas sustentáveis podem até impactar na redução da taxa condominial

O Now Lafayette, na Vila da Penha, adota medidas econômicas e de preservação do meio ambiente
O Now Lafayette, na Vila da Penha, adota medidas econômicas e de preservação do meio ambiente -

A preocupação com o meio ambiente vem se tornando uma prática no mercado imobiliário. A ideia é que as novas construções apresentem soluções sustentáveis, permitindo a utilização dos recursos naturais de forma consciente e, ainda, com a possibilidade de ajudar na redução da taxa condominial.

"As construtoras estão cada vez mais empenhadas em desenvolver projetos que contemplem a economia dos recursos naturais e a economia para o bolso do morador", afirma Marcio Cardoso, presidente da Sawala Imobiliária.

André Barros, diretor da Morar Mais Imobiliária, ressalta que as iniciativas, antes presentes em projetos de médio e alto padrão, hoje estão também em projetos pelo 'Minha Casa Minha Vida'. "Os condomínios pelo programa habitacional têm captação de água de chuva e sensor de presença", diz Barros.

Ele complementa que a Morar Mais está com um lançamento em Campo Grande, da DC4, que terá van para levar os moradores ao shopping, ao centro do bairro e ao supermercado Guanabara. A ideia é ajudar a diminuir os custos e reduzir a quantidade de veículos circulando pelas ruas.

Lançado pela Avanço Realizações Imobiliárias, o Now Lafayette também segue essa tendência de condomínio consciente. O condomínio localizado na Vila da Penha está com sensor de presença, captação de água de chuva para reutilização nas áreas comuns, hidrômetros individuais e torneiras automáticas.

Já o Volp 40, lançado pela Tegra em Botafogo, terá uma minihorta comunitária e placas solares para gerar energia de forma limpa. O projeto do Volp 40 foi desenvolvido em conjunto com os moradores do bairro. As sugestões foram inspiradas nas necessidades, no estilo de vida das pessoas e na preocupação com a sustentabilidade.