Mais Lidas

Mais de 30 pessoas morrem pisoteadas em peregrinação

O Ministério da Saúde iraquiano disse que também houve 75 feridos, entre eles pelo menos dez estão em estado crítico

Mais de 30 pessoas morrem pisoteadas em peregrinação
Mais de 30 pessoas morrem pisoteadas em peregrinação -
Pelo menos 31 pessoas morreram pisoteadas, nesta terça-feira, em um tumulto registrado durante a peregrinação xiita de Ashura, na cidade iraquiana de Kerbala, ao sul de Bagdá, Iraque.

A multidão se viu envolvida numa enorme confusão em um dos últimos estágios da Ashura, que comemora o martírio do imã Hussein, neto do profeta Maomé, um dos eventos fundadores do islã xiita. No percurso ritual até o mausoléu, os peregrinos costumam bater em suas cabeças em luto e gritar: "Nós nos sacrificamos por ti, oh Husein!". Neste momento, os algumas pessoas acabaram sendo pisoteadas, tamanha multidão.

O ministério da Saúde iraquiano forneceu o balanço preliminar, embora o número de mortos possa aumentar. O órgão disse que também houve 75 feridos, entre eles pelo menos dez estão em estado crítico.

Essa debandada é inédita em Kerbala, embora a peregrinação da Ashura tenha sido alvo de ataques extremistas sunitas no passado. Até agora, nenhum incidente havia sido relatado na celebração atual, quase dois anos depois que o Iraque se declarou vencedor sobre os jihadistas do grupo Estado Islâmico (EI).