Mais Lidas

Benefícios do exercício

Especialista afirma que atividade física ajuda a melhorar capacidade de aprendizado

Para muitos pais, o bom desempenho dos filhos na escola não está relacionado com o hábito de correr ao ar livre ou de jogar bola com amigos. Muito pelo contrário, em alguns casos considera-se que o excesso de tempo dedicado à diversão pode até comprometer a rotina de estudos. Será que essa é a opinião dos profissionais da área de saúde?

"Tanto a prática regular de esportes quanto o esforço físico decorrente das brincadeiras na juventude podem contribuir com a capacidade de aprendizado de crianças e adolescentes. Cabe aos pais apenas administrar os horários dos filhos para que eles possam estudar e se exercitar de maneira equilibrada", diz o fisiologista do HCor, Diego Leite de Barros.

O especialista explica que, de maneira geral, a prática de esportes e atividades físicas estimula a criança a desenvolver não só a capacidade de reconhecer seu corpo, suas limitações e o seu potencial físico, mas também a sua habilidade de raciocinar e de tomar decisões.

"Isso ocorre porque a criança acaba criando um caminho de condução do estímulo entre o cérebro e os músculos ainda mais eficiente. Esta capacidade se desenvolve ao longo dos anos e facilita o processo de aprendizagem em diferentes níveis cognitivos e motores", revela o fisiologista.

Não é só entre a infância e a adolescência que a prática de atividades físicas gera benefícios para as habilidades cognitivas. Em idades mais avançadas, nas quais a capacidade de raciocínio pode ficar comprometida em função das reduções no desempenho neural, os exercícios são importantes.